10 pequenas lições (éticas ou nem tanto) que aprendi em 2013.

 10 pequenas lições (éticas ou nem tanto) que aprendi em 2013.

Já confessei minha paixão por listas.  O ano de 2013 foi particularmente rico em significados, em disputas, perdas e ganhos. Vamos às lições aprendidas:

1) Pessoas não são confiáveis. Como eu e você todas tem seu defeito de fabricação. Algumas porém extrapolam. A lição do ano foi: não deposite confiança, não acredite que alguém não possa te decepcionar. Em relação aos seus amigos: goste deles, continue cultivando à amizade, continue! Parece contraditório mas existe uma diferença entre gostar de alguém e depositar neste alguém a confiança de que esta pessoa não poderá em algum momento te machucar.

2) Escolha bem os seus grandes amigos. O mundo te julgará pelas pessoas que estão do seu lado e por tudo o que você gosta de fazer ao lado delas.  Tem que valer a pena.

3) As pessoas também podem nos surpreender positivamente. Então, não crie expectativas, apenas surpreenda-se. Em outras palavras, as coisas boas que os outros podem fazer por você deveriam ser almejadas, mas nunca pretendidas.

4) Se você pode, beba. Nem que seja um pouco. Nem que seja café expresso. É um habito que nos ajuda a socializar e meia hora de conversa fiada pode ser mais proveitoso que uma manhã inteira de reflexões solitárias. Lembre-se das lições acima e sabia escolher quem te acompanha numa cerveja, vinho ou chá da tarde.

5) A música tem poder.

6) Seus superiores (ou esposa(o), ou companheiro(a)) gostam de dizer que estão prontos para a verdade e que devemos ser verdadeiros com eles. Mas eles estão mentindo para eles mesmos. Seja verdadeiro o quanto quiser, mas antes de tudo seja prudente. Silêncio é bom e conserva muita coisa.

7) Quando te disserem que você é especial, lembre-se que este elogio não paga suas contas, nem te garante um melhor emprego.

8) Faça um processo de coaching com um bom profissional.

9) No Coach descubra que crenças são limitadoras e que a verdadeira espiritualidade te liberta.

10) Aconteça o que acontecer: força sempre! A vida tende a dar certo.